Boa alimentação é determinante no envelhecimento saudável, diz especialista

por

O nutricionista funcional Daniel falou importância da boa alimentação no envelhecimento saudável durante encontro realizado este ano em São Paulo. 

O especialista destacou que envelhecer com qualidade é o resultado de uma série de fatores e que os hábitos do presente são determinantes para o processo. Um dos pontos mais importantes para isso, segundo Daniel, é a alimentação somada ao estilo de vida e aos bons relacionamentos. “A gente percebe pelos estudos que muito além da qualidade do que está no prato, também importa com quem a gente come”, explicou. 

Daniel Cady contou que ‘comida de verdade’ é sempre a melhor opção, mas que para ser saudável não é preciso radicalizar. “É preciso achar o equilíbrio entre o que é real e o que é possível”, disse.

O especialista destacou que envelhecer com qualidade é o resultado de uma série de fatores e que os hábitos do presente são determinantes para o processo. Um dos pontos mais importantes para isso, segundo Daniel, é a alimentação somada ao estilo de vida e aos bons relacionamentos. “A gente percebe pelos estudos que muito além da qualidade do que está no prato, também importa com quem a gente come”, explicou. 

Daniel Cady contou que ‘comida de verdade’ é sempre a melhor opção, mas que para ser saudável não é preciso radicalizar. “É preciso achar o equilíbrio entre o que é real e o que é possível”, disse.

Para exemplificar a influência direta da alimentação no envelhecimento saudável, o especialista fez referência ao estudo de zonas azuis, que mostra lugares nos quais pessoas são mais longevas e ultrapassam facilmente a marca de 100 anos de idade. 

A cidade de Okinawa, ao sul do Japão, foi destaque do estudo por ser o lugar onde as mulheres vivem mais. Além de atividades físicas e mentais, os habitantes da cidade se destacam por seguir uma alimentação saudável, rica em frutos do mar, que são ricos de Ômega 3.